Será que estamos sabotando nosso casamento?

A falta de compreensão e paciência entre outros problemas, vem destruindo os casamentos da atualidade.

Como ter um relacionamento realmente feliz ?

Comece fazendo mudanças produtivas em seu casamento ou namoro!

Sobremesa de chocolate

Uma deliciosa sobremesa de chocolate muito facil de fazer.

Falando de Lingerie!


Você sabe identificar qual o tipo de lingerie é ideal para o seu corpo?

Sabe classificar suas calcinhas na gaveta em categorias que não sejam apenas “sexy” ou “não sexy”?


Temos, atualmente, muitas definições, tamanhos, tipos, formas e categorias que podem tanto te ajudar a fazer uma compra inteligente ou te confundir sobre qual peça cai melhor no seu corpo.
Na hora de comprar a lingerie vamos nos atentar; as calcinhas por exemplo, assim como os sapatos, precisam ter como prioridade número um, o conforto.
Podemos dizer que o modelo mais comum de calcinhas é o biquíni ou a tanga:

A tanga:
É cavadinha na parte da frente e as laterais podem ser de várias larguras diferentes, desde a mais fininha até as mais larguinhas.
Veste bem na maioria das mulheres, valorizando o bumbum.
Este modelo é sexy, na medida!


                                           

















Já o modelo Biquíni:
É a mais popular de todas, aquela com a cintura mais baixa, a lateral média e a parte de trás comportada.
É uma calcinha que veste muito bem, é ideal para todos os tipos de corpo, inclusive para quem está acima do seu peso ou tem a cintura mais larga.









Calcinha no modelo String:
A economia de tecidos é bem presente neste modelo. Porém, não confunda string com o fio dental.
Ela é mais evitada por quem tem mais quadril, por ser hiper fininha nas laterais. Funciona muito bem para quem tem a parte de baixo do corpo mais fininha. Com alças reguláveis, a string é um modelo bem sexy. Ajuda bastante a aumentar o quadril.











Modelo Caleçon:

Conforto é o sinônimo da calcinha caleçon, que também atende pelo nome de shortinho ou boxer.
É larga nas laterais e proporciona maior sustentação na barriga, dependendo da altura. Pode ser muito sensual, uma delícia de usar!
Possui as laterais grandes, cintura mais alta, cobre todo o bumbum as de renda são as mais lindas.












Calcinha fio dental: 

Pequenas na frente e apenas uma tirinha atrás. Esta divide opiniões, porém quando o assunto é sedução, o posto é dela. Conhecida por valorizar o bumbum e não marcar a roupa. A fio dental não é usada somente para apimentar a relação, é uma boa opção ao utilizar uma roupa mais justa, como vestidos ou até mesmo para malhar. Experimente!









Sutiãs

Basicamente, existem seis tipos diferentes de sutiã, que podem vir nas mais variadas combinações possíveis e na hora de escolher o sutiã veja o que influencia muito o caimento.
Tamanho do bojo;
O tipo de sustentação das costas;
Tamanho, suporte e forma da taça;

Todos esse elementos devem ser levados em consideração na hora de escolher a peça.
São estes os tipos:
Os sutiãs em V valorizam a região do colo e são os famosos push-up, um trunfo para quem tem seios pequenos ou separados.

                                                                           Sutiã Demi
Este sutiã é o modelo mais comum. Possui uma sustentação média, sendo o mais adequado para mulheres com seios pequenos a médios, pois sua taça é maior.




                                               
                                              Sutiã    Triângulo
   Estes sutiãs em formato de triângulo são os mais indicados para quem tem seios pequenos e não necessita de muita sustentação. Possui modelo todo em renda e com ou sem enchimento.



                                                          Sutiã Balconê
'

 Este sutiã faz o estilo reto. Seu modelo faz com que o busto pareça estar sendo sutentado por um espartilho. Dá uma boa sustentação na base, mas não muito no bojo, uma vez que seu decote é baixo e reto. Mulheres com seios grandes, e que querem disfarçá-los devem evitar este modelo.


                                                         Cobertura Total
 Este é o modelo de sutiã ideal para quem precisa de sustentação. Como o próprio nome já diz, seu bojo possui uma maior cobertura, suas laterais são mais largas garantindo maior suporte e a taça é inteira. Os seios permanecem firmes e bem sustentados o tempo todo.

                                                                                                                     Sutiã Tomara-que-caia
 O tomara-que-caia é um dos sutiãs mais estruturados na base, para que as mulheres possam tirar as alças sem comprometer a sustentação dos seios. Este modelo é reforçado nas laterais e a taça é maior e mais firme. Pode ser usada tanto por quem tem seios grandes ou pequenos.



A lingerie ideal precisa se moldar perfeitamente ao seu corpo e acima de tudo, ser confortável. Além disso, as peças precisam combinar com a sua personalidade e também com a ocasião.



http://www.lingeriebratacado.com.br/blog/pdt,23,tipos-de-lingerie-escolha-o-tipo-de-lingerie-ideal-para-voce.html


Qual item de maquiagem você mais gosta?


Batom, preferência de 9 em cada 10 mulheres quando o assunto é beleza!

Mas, como será que surgiu o Batom?


Agora veja as 10 dicas para se ter uma alimentação saudável, diariamente!




I. É necessário que se faça três refeições, o café- da -manhã, almoço e o jantar e dois lanches saudáveis. Mas Faça as refeições com calma, e mastigue bem os alimentos porque a digestão se inicia na boca com a trituração e ação da salivação.

Você sabia ?

Quando há ansiedade, o controle da ingestão de alimentos é prejudicado e, muitas vezes, comemos mais. Quando mastigamos bem, automaticamente estamos trabalhando com a ansiedade e promovendo a saciedade fisiológica (verdadeira). 


II. Inclua diariamente seis porções do grupo dos cereais que são o arroz o trigo e o milho; também dos tubérculos que são as batatas; inclua também as raízes, como a mandioca. 
Pães e massas, estes são nas refeições. E claro que você precisa dar preferência aos grãos integrais pois contém vários nutrientes excelentes para manter os níveis de glicemia, e fibras que servirão de alimento para as bactérias benéficas do intestino, além de ajudar no controle do colesterol e na saciedade ou prefira grãos na sua forma mais natural.

III. Coma ao menos três porções de legumes e verduras como parte das refeiçoes e três porções ou mais de frutas nas sobremesas e nos lanches. As frutas e hortaliças são ótimas fontes de fibras, vitaminas e minerais, além de conter fitoquímicos os quais são excelentes antioxidades

IV. O arroz com feijão formam uma combinação completa de proteínas e é recomendada todos os dias ou pelo menos cinco vezes por semana.

V. Diariamente você deve consumir uma porção de carnes, aves, peixes ou ovos e três porções de leite ou derivados. 

Dica!

Retirar a gordura aparente das carnes e a pele das aves antes da preparação torna esses alimentos mais saudáveis.

VI. É recomendado no máximo uma porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou a margarina.

VII. Evite estes como regra da alimentação, comendo-os no máximo duas vezes por semana: refrigerantes, sucos industrializados, bolos, biscoitos doces ou recheados, sobremesas e outras guloseimas. 

Você sabia ?

Os alimentos industrializados, processados e embutidos contêm inúmeras substâncias químicas que não são reconhecidas pelo nosso organismo. O consumo desses alimentos em quantidade excessiva demanda trabalho do fígado para neutralizar corantes, conservantes, etc. Alguns produtos com potencial efeito cancerígeno podem ser recebidos pela ingestão desses produtos ou serem produzidos no processo de desintoxicação. Pode haver comprometimento do sistema imunológico e processos alérgicos, isto devido à ingestão de produtos estranhos ao nosso organismo.

VIII. Retire o saleiro da mesa e diminua a quantidade do sal na comida.

IX. É necessário beber ao menos seis a oito copos (dois litros) de água por dia, mas dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições. Não ingira líquidos junto com as refeições pois faz com que você não mastigue bem os alimentos e atrapalha o processo digestivo.

X. Evite as bebidas alcoólicas e o fumo,  pratique ao menos 30 minutos de atividade física todos os dias.

Você sabia ?

Os alimentos considerados brancos (pão, açúcar, trigo, arroz), além de não conter mais a sua película - onde estava a maioria dos nutrientes - também passam por um processo químico chamado de branqueamento. Neste processo, diversas substâncias químicas são adicionadas, com potencial efeito negativo para nosso organismo.


Mexa-se pela Vida!

Quem valoriza uma alimentação saudável é fã da Vida!







http://gnt.globo.com/bem-estar/materias/confira-10-dicas-para-uma-alimentacao-saudavel.htm
https://www.google.com.br/search?q=10+dicas+para+uma+alimenta%C3%A7%C3%A3o+saud%C3%A1vel&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjqqqzK-LvKAhUEWCYKHWqnBkgQ_AUICSgD&biw=1366&bih=643

Então é Natal


Os homens têm realmente mais dificuldades de escutar o choro do bebê?

Os homens têm mais dificuldade de escutar o choro do bebê ou será que apenas fingem não ouvir?



Para acabar com o mistério ou negociações intermináveis entre os pais; profissionais da empresa de consultoria inglesa, a Mindlab fizeram um estudo para saber quais são os efeitos do choro sobre o sono dos Pais. A equipe de pesquisadores chefiada pelo psicólogo David Lewis recriou o ambiente em que cada voluntário dormia e reproduziu os sons.

A atividade cerebral foi medida com técnicas de eletroencefalografia (EEG), que detectaram diferentes níveis de alteração neuronal.

Descobriram então, que o choro do bebê acorda mais as mulheres que os homens, e que eles percebem melhor o alarme de um carro ou o zumbido de uma mosca que os soluços e gemidos do bebê. Já as mulheres se mostraram mais atentas ao choro do bebê, o que pode estar relacionado a diferenças evolutivas.

Chegando à conclusão de que as mulheres são mais sensíveis a ameaças potenciais aos filhos, enquanto os homens respondem a perturbações que afetam a estabilidade de toda a família.
Mãe e pai, amor sincero sem exagero. Maior que o teu amor, só o amor de Deus...




http://discoverymulher.uol.com.br/familia/por-que-as-maes-acordam-antes-dos-pais/

Dicas para o look da Madrinha de Casamento








Ser madrinha de casamento é uma responsabilidade e tanto, mas, se você foi "convocada" para esta missão, seu principal compromisso é se divertir. Afinal, a madrinha tem que fazer parte da alegria dos noivos e se acabar na pista. 
 Depois da noiva, é claro, as madrinhas são as mulheres que mais se preocupam em escolher o vestido certo. Há uma infinidade de vestidos para madrinhas e isso deixa as convidadas especiais na maior dúvida. 

 O vestido longo para esta ocasião é sempre a primeira opção, não tem erro desde que escolha uma modelagem que valorize seu tipo físico. É importante também ter a prévia aprovação da noiva.

Tenha atenção pois o comprimento nunca deve ser mini, o vestido não pode ser branco e evite o preto. Se o casamento for pela manhã ou à tarde opte por tecidos leves como crepe, seda, linho, microfibra e musseline. Caso seja realizado à noite ou fim de tarde poderá ser de seda, crepe, organza, tafetá, renda ou veludo; tecidos com brilho, bordado e aplicações estão liberados e poderá optar também por cores fortes e vibrantes. Tudo muito moderado afinal o brilho e a atenção são da Noiva.

Para os sapatos o salto deve ser entre 3 e 5 cm, para maior conforto.

Dica: cuidado para os acessórios não “brigarem” com o vestido. Crie composições harmônicas para não pesar o visual.

Você vai aparecer em muitas fotos então a maquiagem não pode borrar, sempre confira o brilho da make para não ficar com aspecto de pele oleosa e invista em uma make leve e com produtos à prova d’água .

Para o cabelo longo, vale a pena fazer um belo coque com acessório nele; se mais curtinho, uma linda tiara é uma ótima opção; cabelo solto com um acessório mais sutil fica muito elegante também. Se o casamento é durante o dia, uma coroa de flores mais discreta também confere graça e charme ao visual.

Outra dica: Se você está acima do peso, aposte em vestidos com a cintura marcada ou com corte abaixo do busto para valorizar a silhueta, deixando-a longilínea, e confeccionados com tecidos leves e fluídos. Usando modelos que valorizem o colo e busto. Vestidos com alças largas, para maior sustentação dos seios, e boleros trabalhados. Cores em tons mais escuros sempre dão aquela “secadinha” na silhueta. Se optar por um modelo estampado, o fundo da peça deve ser de tom escuro.